22 de março de 2019

ANMP INTEGRA ESTE PROJETO

FUNDO da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

ajuda a RECOMEÇAR na área dos incêndios de outubro 2017

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) formalizou hoje, na sede da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), em Coimbra, a entrega de 1 milhão e 200 mil euros do Fundo Recomeçar a 59 projetos de recuperação do ambiente e de reordenamento do território de 51 entidades dos Municípios mais afetados pelos incêndios florestais de outubro de 2017.

A ANMP, para além de integrar, com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e o Instituto de Segurança Social, o Conselho de Gestão do Fundo recomeçar, empenhou-se, desde o início, neste trabalho, integrando o júri que analisou e selecionou os projetos agora apoiados, por entender que estes apoios são, efetivamente, uma alavanca importante para a valorização dos territórios e de apoio às populações.

Através do Fundo Recomeçar, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa apoia a recuperação das regiões afetadas pela calamidade dos incêndios, o que a Associação Nacional de Municípios Portugueses, desde o primeiro momento, e muito naturalmente, aplaude, pois todas os apoios são necessários para ajudar a recuperar o território, mas também o bem-estar físico e emocional das comunidades atingidas pela tragédia.

Esta é a terceira medida do Fundo Recomeçar, centrada nas questões do ambiente, e que contempla 59 projetos, cujo objetivo é a prevenção ou diminuição de risco de incêndios nas regiões assoladas pela tragédia. Os projetos apoiados estão direcionados para áreas como a aquisição de material, tratores, motosserras, carrinhas 4x4 para transporte, maquinaria para trabalhar os terrenos; infraestruturas de água, como cisternas; infraestrutura animal, com a criação de um cabril para 150 ovelhas; limpeza e reflorestação de zonas afetadas.

O Fundo Recomeçar foi constituído pelas receitas dos resultados líquidos da exploração dos jogos sociais do Estado, atribuídos à SCML, vendidos na semana de 16 a 24 de Dezembro 2017, materializando-se no valor de 4.464.812,00 euros, destinado a apoiar as populações e territórios afetados pelos incêndios de 15 e 16 de Outubro de 2017. O seu Conselho de Gestão é formado pela SCML, Instituto de Segurança Social (ISS) e Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP)

PRE03004

PRE03002

PRE03010

PRE03001

PRE03005

PRE03003

PRE03001

 

  voltar